Translate

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Necessidades

Tenho dúvidas. 
Sinto-te a falta, mas tenho dúvidas. Se vale a pena esta maçada de me impor a ti, pedindo que me sacies esta minha saudade da tua presença. Preciso-te, perdoa-me por te suspirar.

Duvido. Não acho que mereças que te chame, não por mim, mas por ti que me és querida e sonho erótico que recuso confessar. Não precisas que te atrapalhe com as minhas existencialidades absurdas. Não mereces. Mas preciso-te. 

Soa-me a deslealdade que te peça que te aproximes de mim, quando estou assim. Sôfrego, carente, teimoso, dedicado. Mas preciso-te.

Estupidifiquei o meu respirar, porque estupidifiquei a alma que agora se desfaz em palavras vãs.

Tenho dúvidas que mereças que te precise assim. Mas preciso-te amargamente, meu amor...
Só hoje. Não peço mais, mas que hoje me deixes precisar-te. Só hoje.

Sem comentários:

Enviar um comentário